terça-feira, 20 de dezembro de 2005

You're on the road but you've got no destination...


"Deixe que o beijo dure/ Deixe que o tempo cure/ Deixe que a alma tenha a idade da idade do céu.../ Calma."


Ouvi essa música hoje no radio. Sei que a Zelia Duncan canta. Com outras pessoas. Mas [ainda] não faço idéia do nome... Só que simplesmente adorei essa frase. E esse é o meu desejo pra esse final de ano... Que as coisas que doem possam ser curadas com o tempo... e que as coisas grandes jamais percam sua imensidão...

Escolhi essa foto pois gosto muito de caminhos. E apesar de não saber onde eu piso, porque eu realmente nunca sei, simplesmente gosto deles e do que eles podem me proporcionar.

Esse ano de 2005 me proporcionou muitas andanças por longos caminhos. Muitas descobertas... Muitos cheiros novos... Amigos pra andar do lado... Amor pra fazer junto o caminho. E porque não dizer que corri também? Corri sim. Corri pra aprender. Pra ser mais e mais. E mesmo que isso possa ter me trazido certas dores, tudo passa, tudo sempre passará...

Colchete --> Ainda não estou de férias. [!!!!] A ultima prova do ano e do período é na sexta agora, dia 23 [e não é prova final... é prova normal mesmo. E a faculdade não entrou em greve.] E cheguei ao final bravamente! [rs] Porém, vou aproveitar as férias porque o período que vem será O período.

Eu ando pra completar os segundos que restam desse ano. Deixo algumas sementes no caminho, pois caso que decida resgatar algo que ficou pra trás, eu saiba voltar. ["Caminhante, não há caminho. O caminho é feito ao andar"] Ando devagar porque já tive pressa... [levo esse sorriso porque já chorei demais.] Aguardo o que me espera no próximo ciclo. E é sempre assim comigo. Mas há uma coisa diferente: não sei se desejo deixar algumas coisas pra trás... Talvez eu queira que elas prossigam... Que existam placas que me indiquem onde continua esse caminho... Quem sabe? =]

Peço luz e sabedoria apenas. Que elas me guiem no caminho que segue. Ah, e força também. Força pra não desistir... Força pra acreditar. Força. Simples assim.

Desejo luz, sabedoria, força e amor. [A vc, querido leitor] Não desejo amor pra mim. Já o tenho. [não que as outras coisas eu não tenha. Mas fiz uma descoberta esse ano que foi muito importante pra mim: descobri o amor. Aqui dentro. Onde eu jamais achei que pudesse estar.]

"[...] Aponta pra fé e rema... É pode ser que a maré não vire, pode ser do vento vir contra o cais... e se já não sinto teus sinais, pode ser da vida acostumar... Será, moreno? Sobre estar só, eu sei, nos mares por onde andei devagar, dedicou-se, mais o acaso a se esconder e agora o amanhã, cadê? [...]" Los Hermanos - Dois Barcos

Colchete --> "Eu não sei parar de te olhar, eu não sei parar de te olhar... não vou parar de te olhar... eu não me canso."

Feliz Natal. Excepcional ano que vem por aí...

Até. Breve. Sem mais. Ou menos. Apenas. Apenas. [suspiro]

3 comentários:

Ju disse...

amiga beijos!!!!!!
"eu naum sei pararrrrrrrrrrrrrrrrrr de te olharrrrr!"ahahaha
beijos, boa prova Carol!!!!!!!

Bia disse...

Olá Carol! Passo para desejar um final de ano mágico para vc. "Aponta pra fé e rema" que lindo! O texto todo é lindo, fiquei muito contente de ler q vc encontrou o amor ai dentro. Um dia eu chego lá!
Bjs.

Juliana disse...

Carol, teu post muito me serviu! (novidade isso né... rs). A calma, unida com força e fé tudo alcança, tudo pode. Fico muito feliz q esse ano tenha sido bom pra vc, afinal eu tb fiz parte dele (rssss). Mas sério, isso é apenas o início de muitas descobertas aí dentro, secundárias ao amor. Eu torço muito pra q tudo dê certo, vc sabe né?! Mudando de assunto, finalmente férias!!!!! Nem acredito, vamos nos divertir muitão, pq o 2º período... ai ai!
Carolzita, bjo no seu coração, te amo muitão!