domingo, 1 de outubro de 2006

Me leva, amor.

[Já falei tantas vezes do verde dos teus olhos...]
Eu mais do que nunca sei que as coisas acontecem quando têm que acontecer. Na sua medida exata. Na nossa medida exata. E, quando a esperança persiste, por justamente aquela que bate as botas por último [ou nem bate!], cá estou eu, novamente, acreditando que isso é possível. Porque, por algum motivo, aconteceu comigo. E então, ao meu amorzinho. [O nosso amor é novo, é o velho amor ainda e sempre.] Pro que der e vier. Comigo.
Se você vier pro que der e vier comigo
Eu te prometo o sol... se hoje o sol sair
Ou a chuva... se a chuva cair.
Se você vier até onde a gente chegar
Numa praça, na beira do mar,
Um pedaço de qualquer lugar,
Neste dia branco, se branco ele for
Esse tanto, esse canto de amor
Se você quiser e vier
Pro que der e vier comigo.
Se branco ele for
Esse canto, esse tanto, esse tão grande amor, grande amor
Se você quiser e vier pro que der e vier comigo.
Dia Branco - Geraldo Azevedo.


Até breve, amigo.

8 comentários:

Rapha disse...

Ola! Eu descobri vc pelo blog antigo que vc tinha e algumas interpretacoes que fazia...Não li todos os posts anteriores, mas achei muito legal o que vc fazia, imprimindo a sua sensibilidade nas musicas, nas poesias...virei sempre por aqui. Pena q meu blog anda desatualizado...

luciana disse...

lindíssimo!

mas já não tenho assim tanta esperança nessa esperança, no mais, que me surge vazia.
mas tu deve ter! torcemos e rezamos para que dê tudo certo, contigo, "proque der e vier".
um abraço linda!

a propósito, eu sou a luciana, mas agora adotei um nome famoso...

veldrane_sucubus disse...

que breve breve releve...

lindão...

.

gaby disse...

ahhh eu aacho lindo quando o amor acontece... quando as pessoas dão a chance pra que ele aconteça!! Que dure o suficiente para ser inesquecivel... que dure a eternidade dos seus momentos!!! Que seja lindo e sincero... felicidades...

Aline disse...

Estava procurando algo sobre "chão de giz" e cai no teu blog. Fantástico..que sorte a minha, e que belos escritos os teus.

Voltarei sempre. E vou adicionar no meu flog.

Abraço.

Raquel disse...

é isso aí!!!
a gente tem que viver assim mesmo correndo riscos, ainda que as vezes as coisas não aconteçam exatamente como a gente esperava, é bom seguir em frente e tentar e tentar e tentar sempre...
porque sempre vai existir a possibilidade de acerto...
quem sabe não chegou ela pra você?!!! =)
bjin...
andei sumida mas sempre que der eu passo aki!!!

...Rê... disse...

Olá...me chamo Renata, sou de BSB e entrei no seu blog sem querer, estava procurando uma música no google e apareceu seu blo, mas confesso que adorei, pois percebi q vc é super fã dos LH. Mande-me e-mail (re.pamp@gmail.com), podemos trocar algumas 'figurinhas' sobre os LH. Abraço forte (força sempre)

Rafael disse...

oi, ana!
sei q ando em falta, mas não tenho tido tempo nem pra mim! mas tá acabando...
fico feliz q as coisas estejam dando certo pra vc! mas precisamos nos encontrar pra colocar os assuntos em dia! tô com saudade das nossas conversas, hahaha!
q vc possa amar sem limites...
beijões!!!