quinta-feira, 16 de novembro de 2006

In between day.

"Tortuoso dia sem tua presença.
Tudo insiste em sair do equilibrio.
Minha mente, meu caminho, meus amigos.
Troco palavras como quem quer sair sem rumo.
Disritmia.
Não ouço tua voz e parece que me falta o sol.
Batem carros, desastres me perseguem,
Sinto o mundo sair da rota.
Santo Deus sacramentado!
Bendito seja o dia que te vejo!
Até a chuva está diferente!
Fugiu com teu cheiro.
Então vem logo.
Vem mudar a chuva.
Traz de volta pro meu peito esse perfume que me pertence.
Vem logo pq esse coração está tão desesperado
Que ele não sabe se bate ou se morre primeiro. "
Ana Carolina Biavati



Me deixe sim
Mas só se for
Pra ir ali
E pra voltar.

Me deixe sim
Meu grão de amor
Mas nunca deixe
De me amar.

Agora as noites são tão longas
No escuro eu penso em te encontrar
Me deixe só
Até a hora de voltar.

Me esqueça sim
Pra não sofrer
Pra não chorar
Pra não sentir

Me esqueça sim
Que eu quero ver
Você tentar
Sem conseguir.

A cama agora está tão fria
Ainda sinto seu calor
Me esqueça sim
Mas nunca esqueça o meu amor.

É só você que vem
No meu cantar meu bem
É só pensar que vem
Láia laia.

Me cobre mil telefonemas
Depois me cubra de paixão
Me pegue bem
Misture alma e coração.

Grão de Amor - Arnaldo Antunes e Marisa Monte

3 comentários:

gaby disse...

é kerida saudade quando bate fica e a cada segundo enche mais ainda o peito de um negocio chamado vazio!!! E as vezes de tão cheio fica vazio demais....
bjus e tomara que vc mate a saudade logo!!!

Raquel disse...

ahhh, que lindo sabe que saudades ás vezes pode até ser bom, para que a gente valorize a presença destas pessoas que tornam a nossa vida especial e só percebemos quando não podemos estar pertinho delas...
bjux, volto sempre... =)

Jullyana disse...

Aff que bom!!!!!!!!!!!!!!!!!
Seja MUITO feliz amiga!
Beijos!!!!!!!!!!!