quinta-feira, 15 de setembro de 2005

Sei tu che cerco nella gente... Due occhi che ti guardano e poi via.

Eu sei, Ju... eu sei que o título do post passado é sensacional... por isso que ele está aqui!!! Risos. Pretensão. Pretensão minha. Peculiar. Portanto, já vou traduzindo [explicando não] o título desse... "É você que procuro nessa gente... Dois olhos que te vêem e se vão." É da música "Due" do Renato Russo, do CD Equilibrio Distante. Tenho loucura por esse CD. Primeiro, pq é em italiano. E segundo, pq é todo lindo mesmo. Risos. E já que a Ju adorou, aqui vai o poema na íntegra. E muito me serve...

TÁTICA E ESTRATÉGIA

Minha tática é olhar-te,
Aprender como és,
Querer-te como és.
Minha tática é falar-te
E escutar-te,
Construir com palavras
Uma ponte indestrutível.
Minha tática é ficar em sua recordação,
Não sei como nem sei com que pretexto,
Mas ficar em ti.
Minha tática é ser franco
E saber que és franca
E que não nos vendamos simulacros
Para que entre os dois não haja telão nem abismos.
Minha estratégia é mais profunda e mais simples.
Minha estratégia é que um dia qualquer,
Não sei como nem sei com que pretexto
Por fim me necessites."

( Mário Benedetti – Tradução: José Geraldo de Barros Martins )


Pronto, Ju. Resolvido? Risos. Adoro esse poema também. Ele me traz coisas boas. E é exatamente isso. [Na verdade, havia pensado em falar sobre outro assunto, mas olhando o poema... fica pra próxima o outro assunto...] Comecei a semana usando uma outra estratégia de combate: montar a trincheira e esperar o avanço do exército "inimigo". Parando de doentice e falando direito, o que eu quero dizer é que estou na minha. Curtindo bastante. [Ainda me pergunto pq dizer isso abertamente...] Utilizar as coisas que vão surgindo no caminho pra fazer a situação evoluir. E está sendo bom. Uma vez eu aprendi que se nós corremos, perdemos as coisas bonitas do caminho. Então, "ando devagar pq já tive pressa, levo esse sorriso pq já chorei demais". Devagar e sempre. Como diria ele [é, ele sim. Meu ele]. Não faço a menor idéia do que planejar, do que falar pra fazer tudo crescer. Mas, como diz o poema e ele não me sai da cabeça, "Minha estratégia é que um dia qualquer, não sei como nem com que pretexto, por fim me necessites" E isso há de acontecer. Pq eu tenho fé.

Falando agora um pouquinho da música do Renato que deu origem ao título desse post, e até uma frase dela está no meu celular [Siamo in due], bom, gostaria muito que vc ouvisse, amigo leitor, pq vale a pena. De verdade. Nos rostos que eu vejo na rua, eu vejo muitas vezes o dele. Engraçado, até. Vejo o cabelo, vejo tudo. Sei lá pq. E quanto aos meus olhos... Olhos que observam os detalhes... Olhos que vêem e depois se vão. Meus olhos que te vêem e depois te vêem em todos os lugares, em todos os rostos... Em todos os sonhos à noite. Olhos que se abrem dando um sorriso [sim, isso é possível] pq eles sabem que todo o dia é justificado pela sua imagem. Olhos que verão, por fim, vc necessitar de mim.

PS.: Querido e paciente leitor, perdoe-me pelo texto meio sem conteúdo... mas essa é a forma que encontrei de gritar em silêncio tudo o que eu ainda não posso falar. E creio ser esse o lugar mais apropriado.

Até a próxima. =]

7 comentários:

Anônimo disse...

Is fine jewelry on your Christmas shopping list? Are you looking for engagement rings or other fine jewelry? You'll find it all in our extensive jewelry department.

Cris disse...

Gostei mais deste seu novo espaço!
O layout é limpo e bonito.
Os posts mais fáceis de ler.
Um beijo e bom fim de semana

Rafael disse...

AAAAAAAAAAAAAAHHHH!!! eu tb grito sufocado! tanto quanto no show!!! HUhUAhuaHaU!!! tudo o que você falou, vc sabe q eu tb poderia dizer, né? não com tanto lirismo, claro, mas o mesmo sentimento... a mesma tática e a mesma estratégia! com paciência...
impressionante como as coisas são... depois daquela notícia q vc me deu, parece q eu virei uma rocha! NADA mais do q vem de fora é capaz de me abalar! naquele dia eu estudei até tarde, não tive sono, dormi muito bem, acordei melhor ainda, fiz a prova, q não foi boa, mas o meu ótimo humor nem se abalou e não tive sono o resto do dia inteiro... fiquei rindo direto! muito bom isso... imagina se tudo der certo!!! por isso, NADA vai me abalar...
eu tava conversando sobre isso com um amigo do meu camarote, o guilherme... "quando tudo vai bem, tudo vai melhor ainda", nós concluímos...
pode ser q a maré esteja virando a meu favor... voltando pra casa, botei o cd do los hermanos e berrei até quase perder a voz! lentamente as músicas vão assumindo outros sentidos, outras interpretações... parece q se abriram novos caminhos em mim! incrível o q uma coisa dessas faz com a gente... vivendo e aprendendo, não é o q dizem? e uma coisa eu acho q aprendi: paciência... por mais q eu queira me atirar de cabeça e braços abertos, sem medo do q possa me acontecer, não é assim... agora, mais do q nunca "vou devagar pq já tive pressa"... ainda há muitas batalhas a serem travadas nessa guerra...

e, a propósito, tinha q ser logo em italiano??? AHuHUAUAHUAH!!! e eu tenho esse cd tb!
beijões e muito obrigado!!!

Ludmila disse...

Oi!
Nossa acabei de encontrar mais uma coisa em comum entre agente.. Amo esse cd do Renato. Apesar de gostar de todas as músicas, a número 10 é a que mais me encanta...
Não querendo me meter em suas coisas, apenas pense que ficar na sua pode ser uma ótima estratégia, porém quem sabe a "ousadia" não traga bons frutos...
Toda sorte do mundo e toda FORZA DELLA VITA neste momento!!
Beijos,
Lud´s

Ju disse...

Biavati, eu gostei tanto, tanto, mas taaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaanto...
que vou mandar pro "meu ele"ahahah
O poema todo, que é lindo, tanto quanto o trecho!!!!
mil beijos!!!!

Ju disse...

Ah, amo o cd do Renato Russo em italiano, canto todas!ahahahah
Só queria achar a tradução delas todas!!!
mil beijos Carol!

Anônimo disse...

Olá Carol...meu nome é Dani...
Eu estava navegando pela net e encontrei esse seu espaço..adorei...principalmente as coisas que vc escreve e a frase:
"Aponta pra fé e rema" Não sei se é da sua autoria mas é Muito Bom!

Tudo de bom pra vc!
Danielle