quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma... eu finjo ter paciência.


Até onde se espera paciência dos outros quando você mesmo encontra-se em estado de impaciência?



PS: Faz-se necessário ressaltar que a impaciência torna-se importante a partir do momento em que ela mesma te obriga a buscar outros caminhos mais tranquilos e outros meios mais sensatos.

"Enquanto todo mundo espera a cura do mal e a loucura finge que isso tudo é normal, eu finjo ter paciência. O mundo vai girando cada vez mais veloz, a gente espera do mundo e o mundo espera de nós um pouco mais de paciência. Será que é o tempo que me falta pra perceber? Será que temos esse tempo pra perder? E quem quer saber? A vida é tão rara, tão rara! Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma, mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma, eu sei, a vida não pára, a vida não pára não." Paciência - Lenine



Um comentário:

Baby disse...

Carol, quando você se sentir em estado de impaciêcia, sente e escreva no seu chão de giz ,desenhe, rabisque, invente e acredite que a paz virá inundar seu coração.
A vida é feita de compassos de espera, em que temos de controlar a ansiedade de não podermos segurar o tempo que inexorável nos vai deixando para trás...
Um fim de semana tranquilo.
U beijo.